PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Flávio Ricco


Disney veta 'lives' de funcionários do Fox Sports e ESPN Brasil

Reprodução
Imagem: Reprodução
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

25/05/2020 00h05

Resumo da notícia

  • Novidade foi anunciada na última sexta-feira para funcionários
  • Disney constatou problemas nesses encontros
  • Lives entraram forte em tempos de confinamento

O comando da Disney decidiu proibir na última sexta-feira "lives" de funcionários dos canais Fox Sports e ESPN Brasil em perfis pessoais.

Ordem por escrito.

A partir de agora ninguém pode promover e nem participar como convidado.

Segundo profissionais, o veto aos encontros virtuais surgiu após constatações de problemas, que não foram colocados abertamente.

Vale lembrar que Globo e Record, antes, já tinham adotado critérios parecidos quanto à participação de seus talentos, artísticos e jornalísticos.

No caso das duas e de seus contratados, passou a ser necessária uma prévia autorização.

É preciso haver uma aprovação da direção.

Natural que, por trás de tudo, existe o cuidado da empresa em não ser exposta em determinadas situações.

Disney veta "lives" de funcionários do Fox Sports e ESPN Brasil

ESPN - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

O CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), em sessão realizada no último dia 6, aprovou a fusão entre Disney e Fox no Brasil.

E uma vez que a Disney é a dona dos dois pedaços, o que vale para um, vale para o outro. Até segunda ordem.

*Colaborou Jose Carlos Nery

Flávio Ricco