PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Tatá Werneck pede orações após piora de Paulo Gustavo: 'Com todo o amor'

Tatá Werneck e Paulo Gustavo - Reprodução/Instagram @tatawerneck
Tatá Werneck e Paulo Gustavo Imagem: Reprodução/Instagram @tatawerneck

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/05/2021 18h52Atualizada em 03/05/2021 19h05

Tatá Werneck pediu as orações dos fãs pela saúde de Paulo Gustavo. O boletim médico divulgado hoje apontou "complicações graves" no quadro de saúde do ator após uma embolia gasosa.

"Eu imploro a vocês com todo amor: tirem 1 minuto do tempo de vocês e peçam para que Paulo Gustavo veja os filhos crescerem. Por favor. Quem puder. Por favor. Eu peço com todo o amor", escreveu a atriz no Twitter.

No Instagram, Tatá acrescentou: "Paulo teve uma noite difícil. Dentre MUITOS DIAS BONS! UMA noite comparada a muitos dias. Isso para Deus não é nada. ELE resolve. Para Deus não existe milagre grande ou pequeno! Para Deus existe apenas milagre".

Os fãs enviaram mensagens de apoio para a atriz na rede social. "Acabei de fazer isso. Deus vai operar um milagre na vida dele", afirmou a também atriz Regiane Alves.

O texto divulgado à imprensa hoje sobre a saúde de Paulo Gustavo também conta que o artista chegou a interagir com o marido ontem antes da piora do quadro. "Infelizmente, a situação clínica atual é instável e de extrema gravidade", conclui o comunicado.

Na última quinta-feira (29), Tatá Werneck compartilhou uma foto em que aparece ao lado de Paulo Gustavo e de Ingrid Guimarães, que participou do "Encontro" de hoje e comentou sobre os cuidados que o ator tomava em relação ao vírus.

O histórico do estado de Paulo Gustavo

Paulo Gustavo foi intubado em 21 de março, após 8 dias de internação para combater a covid-19. O ator, no entanto, continuou a apresentar piora do quadro respiratório e, no dia 2 de abril, a equipe médica decidiu submetê-lo à terapia por ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea) na UTI, uma técnica também conhecida como pulmão artificial que auxilia na oxigenação do sangue.

No dia 4 e, novamente, no dia 9 de abril, o ator passou por procedimentos por via endoscópica (toracoscopia) para corrigir fístulas bronco-pleurais, uma comunicação anormal entre brônquios e pleura, a membrana dos pulmões, que permite o vazamento de ar.

Em 11 de abril, o ator seguia em estado crítico, teve nova fístula detectada, segundo nota à imprensa, e recebeu reposição de fatores de coagulação. No dia 15 de abril, um novo boletim médico afirmou que ele também foi submetido naquela semana a "várias intervenções, como broncoscopias, e alguns procedimentos cirúrgicos" que controlaram hemorragias.

Antes do boletim de hoje, o último a respeito do quadro de saúde do humorista foi divulgado à imprensa no dia 26 de abril. O texto diz que ele continuava em estado grave e na UTI (Unidade de terapia intensiva), e que foi identificada uma nova pneumonia bacteriana.

Famosos