PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Flávio Ricco


Flávio Ricco

Obra do acaso levou Globo contratar William Bonner

Além da capacidade, William Bonner foi favorecido pelo destino   - Luiz Paulo Montes/UOL
Além da capacidade, William Bonner foi favorecido pelo destino Imagem: Luiz Paulo Montes/UOL
Flávio Ricco Flávio Ricco*

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Flávio Ricco*

22/12/2015 07h00

Quase às vésperas do Natal também vale recordar passagens que a televisão guarda na história.

Um belo dia, Boni, ainda na Globo, foi alertado por um amigo para acompanhar o trabalho de um jovem apresentador da Bandeirantes. O apresentador a quem este amigo se referia era Rafael Moreno, na oportunidade destacado por todos como outra boa revelação do jornalismo.

Acontece que justamente na noite que o Boni foi assistir, o Rafael estava de folga. William Bonner apresentou em seu lugar e o Boni achando que era ele, gostou e o contratou. Rafael, levado por outros trabalhos, acabou se afastando da televisão.

* Colaborou José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra

Flávio Ricco