Globo agora proíbe negociação direta de autores e diretores com elenco

Flávio Ricco

Flávio Ricco

Colunista do UOL*
  • Divulgação/TV Globo

    Silvio de Abreu

    Silvio de Abreu

Já de muito tempo a Globo tem procurado organizar melhor a escalação dos seus elencos e normatizar a disputa que sempre existiu, por parte dos seus autores, pelos atores protagonistas.

Tudo isso, de agora em diante, será feito obedecendo a novas determinações baixadas pela direção da Teledramaturgia e do DAA – Desenvolvimento e Acompanhamento Artístico, entenda-se Silvio de Abreu e Monica Albuquerque.

A partir da aprovação de uma sinopse de novela ou série, o autor e o diretor responsáveis já poderão manifestar suas intenções sobre atores protagonistas, aqueles que pretendem contar nos principais personagens.

No decorrer dos meses seguintes, este processo irá evoluir junto ao produtor de elenco, no que diz respeito à escolha dos outros nomes necessários para a composição da obra.

A comunicação a qualquer ator só será possível após a validação do seu nome. Convites e reservas particulares, tanto por parte de autores ou diretores, não podem mais ser feitos.

E se estabeleceram limites para reservas de protagonistas em cada horário: "Malhação" – 4; novelas das 18h e 19h – 6; a das 21h – 8; 23h e minissérie – 4. É isso.

*Colaborou José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra.

Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. Email: colunaflavioricco@uol.com.br.

UOL Cursos Online

Todos os cursos