Topo

Coluna

Flávio Ricco

Talento do Luis Melo leva a esquecer que ele não é japonês

Estevam Avellar/Divulgação/TV Globo
Luís Melo, o japonês Kazuo Tanaka Imagem: Estevam Avellar/Divulgação/TV Globo
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

05/11/2016 07h00

Quando “Sol Nascente” entrou em fase de escalação, houve um esforço muito grande para encontrar alguém a altura do Tanaka, um dos principais papéis da novela.

A equipe chegou a vários nomes, mas a aposta foi em um ator do potencial do Luis Melo. Logo nos primeiros capítulos, as críticas.

O talento dele, no entanto, já fez calar a maioria delas.

Todo aquele que acompanha a novela já não consegue enxergá-lo de maneira diferente.

As críticas e protestos do começo foram desaparecendo com o tempo.

*Colaborou José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!