Topo

Coluna

Flávio Ricco

SBT também tem seu "big fone"; quando toca, é um deus nos acuda

Lourival Ribeiro/Divulgação/SBT
Imagem: Lourival Ribeiro/Divulgação/SBT
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

16/02/2017 07h00

Pensa que é só o “BBB”, da Globo, que tem “big fone”? Engano seu. O SBT também tem, e há muito tempo, especialmente quando o seu dono entra de férias e, mais tranquilo em Orlando, vendo as coisas de lá, resolve ter ideias para a sua emissora daqui.

Quando o telefone toca é sempre aquilo, um deus nos acuda, porque nunca se sabe o que vem. É correria, meio que pavor e até ambulatório, em alguns casos.

E o “big fone”, do SBT, nunca foi tão acionado, como nesses últimos dias. Foram através dele que partiram ordens, como alterar cargos importantes na direção,  recontratar Raul Gil, continuar com o “Domingo Legal”, contratar o Marcão, botar alguém pra andar e voltar com outro...

Uma festa!

Em relação ao do “Big Brother” original, a grande diferença é que no do SBT não existe uma voz misteriosa.

Do outro lado, é sempre a mesma, inconfundível, de Silvio Santos. 

*Colaboração de José Carlos Nery