Coluna

Flávio Ricco

Marcão do Povo vai apresentar programa no SBT

Lourival Ribeiro/SBT
SBT anuncia a contratação do apresentador Marcão do Povo Imagem: Lourival Ribeiro/SBT
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL

13/02/2017 13h12

O jornalista Marcão do Povo, que foi demitido da Record após o lamentável episódio com a cantora Ludmilla, vai comandar um programa no SBT, diretamente de São Paulo.

Ele assinou contrato com a emissora na tarde desta segunda-feira. "Era o meu grande sonho. Cresci vendo o SBT, que é uma emissora com a cara da família brasileira, a cara do Brasil. Lutei muito para isso, estou muito feliz”, declarou Marcão por meio de comunicado distribuído pelo canal. 

Antes do SBT, o apresentador havia conversado com a Rede TV!, mas os entendimentos não avançaram. Segundo se informa, ele teria sido “barrado” na Rede TV! pela igreja Universal, porém, não houve essa confirmação. Em cima da hora, fora proibido de se apresentar no programa de Luciana Gimenez.

A ordem para a contratação do jornalista partiu de Silvio Santos, por meio de mais um telefonema direto dos Estados Unidos, onde passa férias. Sua estreia vai acontecer ainda nas próximas semanas na faixa da tarde da emissora e, tudo indica, acompanhada de outra mexida na grade de programação a fim de combater o "Balanço Geral" da Record.       

Entenda a polêmica

O apresentador Marcão do Povo teve seu contrato rescindido com a Record após ter ofendido a cantora Ludmilla. Ele se defendeu da acusação de que foi racista ao chamá-la de "pobre macaca" durante o quadro "Hora da Venenosa" no programa "Balanço Geral DF".
 
"Eu disse, 'a Ludmilla que já foi pobre macaco, assim como eu, não quer atender os seus fãs'. A expressão 'pobre macaco' quer dizer pessoas que eram pobres e conseguiram subir na vida. Ela era pobre, subiu na vida, e hoje não dá valor para os seus fãs", explicou ele em entrevista para o programa "Timeline", da Rádio Gaúcha.
 
Marcão disse ter sido vítima de uma distorção de sua fala: "Se eu tivesse citado uma pessoa branca não tinha dado nada disso. O problema é que as pessoas editaram o vídeo para denegrir a minha imagem".
 
"Desrespeito absurdo"
 
JR Duran/Divulgação
Ludmilla considerou um "desrespeito absurdo" comentário do apresentador Marcão do Povo Imagem: JR Duran/Divulgação
Ludmilla disse no Instagram que a declaração do apresentador foi um "desrespeito absurdo, vergonhoso". Procurada pelo UOL, a assessoria da cantora informou que o advogado dela prestou queixa contra Marcão. A tag #ProcessaLudmilla foi o assunto mais comentado no Twitter. 
 
"Infelizmente, ainda existem pessoas que não compreendem que a discriminação racial é crime e alguns, ainda usam o espaço na mídia para noticiar mentiras ao meu respeito, ofender, menosprezar e propagar todo o seu ódio. Não deixaremos impune tais atos, trata-se de um desrespeito absurdo, vergonhoso. Fica evidente que esse cidadão Marcão não possui nenhum pudor ou constrangimento em ofender alguém em rede nacional. Como já foi dito por Paulo Autran, 'todo preconceito é feito da ignorância', visto que os racistas não possuem um conhecimento de moralidade, tratando sua própria cor de pele como superior e única. Isso tem que ser combatido e farei a minha parte, quantas vezes for necessário", escreveu Ludmilla. 
 
Em maio, a cantora foi alvo de racismo nas redes sociais e prestou queixa na Delegacia de Repressão aos Crimes de Internet (DRCI). A polícia identificou o autor das ofensas e o indiciou pelo crime de injúria preconceituosa com a causa aumentada, em razão de ter sido cometido na internet.


*Colaboração de José Carlos Nery   

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo