Coluna

Flávio Ricco

Globo adota novas normas para duração das suas novelas

João Cotta/Divulgação/TV Globo
Silvio de Abreu é diretor de Teledramaturgia da Globo Imagem: João Cotta/Divulgação/TV Globo
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

14/06/2017 07h01

A Teledramaturgia da Globo, sob direção de Silvio de Abreu, tomou uma posição, agora definitiva, no capítulo que parecia eterno sobre a duração das suas novelas.

As produções das 6, 7 e 9 da noite terão por volta de 150 a 170 capítulos, variando de acordo com a necessidade de cada história ou desejo do seu autor. Entre o mínimo e o máximo, será sempre possível operar com esta flexibilidade, entendendo-se até, dadas as especificidades, que nada pode ser tão rígido.

Não bastasse, no meio disso ainda devem ser considerados os feriados, datas festivas, eventos esportivos ou até outros imprevistos que sempre acabam, de alguma forma, exercendo influência no tamanho da conta.

Da mesma forma, as superséries das 23 horas terão entre 60 a 80 capítulos e as minisséries, de 10 e 20.

Autores e diretores, informados de tudo, já estão trabalhando com essas novas determinações.

Dia seguinte
Na Band, a partir do momento que a saída de Marcelo Mainardi, seu diretor comercial de muitos anos, foi anunciada na noite de segunda-feira, o foco da questão se voltou para Diego Guebel.

Será ele, a partir de agora, o vice-presidente da televisão.

Leticia Moreira/Folhapress
Diego Guebel, vice-presidente de televisão da Band Imagem: Leticia Moreira/Folhapress
Estava adormecida
A vice-presidência de televisão, cargo agora ocupado por Diego Guebel na Band, com poderes absolutos sobre os departamentos de jornalismo, artístico, operações e comercial, não é uma área recém-criada.

Ela já existia, mas não estava sendo ocupada. Já pertenceu ao Marcelo Meira, mas ficou esse tempo todo adormecida, depois da promoção dele para a vice-presidência executiva. É uma abundância de vice-presidências que foge ao padrão de toda e qualquer outra empresa. 

Carências de sempre
O problema da Band, especificamente do seu comercial, com Mainardi ou sem Mainardi, é a falta do que vender. E nunca o comercial em si.

A programação está caindo aos pedaços, vivendo há muito tempo à custa de alguns poucos produtos ou nomes, como “MasterChef”, Datena ou Boechat. Mesmo o esporte, que sempre esteve entre os maiores apelos de venda, foi completamente descaracterizado ou enfraquecido nos últimos anos.

Destino traçado
Imediatamente após ser anunciada a sua saída da Band, o SBT foi especulado como próximo passo do Mainardi.

De fato, Marcelo Parada e ele são grandes amigos e de muito tempo. Até pode ser, muito embora não tenha havido até aqui, ou pelo menos data ontem, qualquer conversa entre os dois.

Ramón Vasconcelos/Divulgação/TV Globo
"Vade Retro": Abel finalmente consegue seduzir Celeste Imagem: Ramón Vasconcelos/Divulgação/TV Globo
Primeiro beijo
Em “Vade Retro”, episódio desta quinta, Abel, personagem de Tony Ramos, finalmente consegue seduzir Celeste, Monica Iozzi.

Tudo como parte dos seus planos para engravidar a advogada.

Fila das nove
São improcedentes os boatos na Globo que Manuela Dias, promovida recentemente para a faixa das 21 horas, poderia furar a fila.

De acordo com a emissora, nada mudou em relação ao que foi acordado.

Diante disso...
É certo e sabido que Manuela só fará sua estreia neste disputado horário das 9, depois da novela assinada por João Emanuel Carneiro, com direção de Dennis Carvalho.  

Portanto, após “A Força do Querer” virá “O Outro Lado do Paraíso”, do Walcyr, em outubro, seguida de “O Sétimo Guardião”, do Aguinaldo, em maio de 2018. Em seguida, as novelas do João Emanuel e dela.

Prefeito na “Praça”
João Doria, prefeito de São Paulo, foi o convidado das gravações de “A Praça é Nossa” realizadas no dia de ontem.

O programa vai ao ar na outra quinta (22), com ele dividindo o banco com o titular Carlos Alberto de Nóbrega e os comediantes Vinícius Vieira e Alexandre Porpetone.

Giro
A serviço da nova série do “Fantástico”, “Fant 360”, com câmeras que captam imagens em 360 graus, a repórter Mari Palma acompanhou alguns shows de Maiara e Maraisa.

A exposição dessa dupla é um caso muito sério.

Pista livre
Se antes havia um impedimento para Joice Hasselmann trabalhar na Jovem Pan (leia-se Reinaldo Azevedo), isso deixou de existir após a saída dele da rádio.

Nos bastidores da emissora, há quem garanta que as conversas estão avançadas com a jornalista para o comando de um programa.  

Bate – Rebate
• Nesta quarta-feira, à meia-noite, Nicole Puzzi estreia nova temporada do “Pornolândia” no Canal Brasil.
• No “Tamanho Família”, domingo, na Globo, Giovanna Lancelotti vai revelar que por sete vezes foi reprovada no exame de motorista...
• ... Trocou até de cidade porque achou que estava havendo perseguição...
• ... No fim acabou se convencendo que o problema era ela mesma.
• Internamente, foi bem criticada uma matéria do “Pânico” exibida no último domingo, com o Vesgo se desdobrando para entrevistar um tal “sereio”...
• ... Uma pauta totalmente vazia, sem graça nenhuma...
• ... Colocaram o Rodrigo Scarpa numa tremenda gelada...
• ... Por essas e outras que a audiência do programa não decola...
• Globo montou esquema de guerra no novo estúdio do “Jornal Nacional”...
• Quem chega perto, já é logo avisado que não pode fazer imagens do local.
• ...Tudo está sendo muito vigiado.

*Colaboração de José Carlos Nery

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo