Topo

Coluna

Flávio Ricco

Veto a Diego Hypolito no "Domingão" não passou de mais uma grande burrice

Ricardo Nogueira / EFE
Falta de melhor orientação levou Diego Hypolito a protagonizar triste situação no final da semana Imagem: Ricardo Nogueira / EFE
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

19/07/2016 07h00

Justa e perfeitamente na medida a reação do Fausto Silva, domingo (17), diante da estranha e descabida proibição do atleta Diego Hypolito em participar do seu programa.

Proibição que teria partido de Fernando de Carvalho Lopes, técnico da seleção de ginástica afastado após acusação de abuso sexual. Ontem, como outra versão, informou-se que o autor da proeza foi Marcos Goto, treinador atual. Um, outro ou o bispo, a desastrada consequência foi a mesma.

Como se percebeu, o impedimento imposto ao atleta só aumentou a repercussão de um fato que o programa da Globo jamais iria abordar.

Entre outras razões, por se tratar de um caso que ainda será julgado e porque a sua participação seria num quadro musical, com as presenças de Neymar, Rafael Zulu, Caio Ribeiro e Daniele, irmã do Diego Hypolito e também atleta do mesmo esporte.

Foi extremamente constrangedora a situação do ginasta brasileiro diante dos acontecimentos. Diferentemente do presidente do COB, Arthur Nuzman, que interveio e deu o nome de quem tinha proibido, Diego ficou transtornado e teria desmaiado, não suportando o momento de maior pressão. Lamentável.     

*Colaborou José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!