PUBLICIDADE
Topo

Podcast

UOL Vê TV

Nossos colunistas apresentam uma divertida mesa redonda semanal com os destaques da TV brasileira.


UOL Vê TV #18: "Amor de Mãe desperta identificação em mulheres", diz Débora

Mais UOL Vê TV
1 | 19
Siga o UOL no

Do UOL, em São Paulo

04/03/2020 04h01

A novela Amor de Mãe tem conseguido resgatar parte do público que deixou de acompanhar as tramas televisivas nos últimos anos e o podcast UOL Vê TV #18 debate os méritos que a escritora Manuela Dias teve na criação dos núcleos e dos personagens para cativar principalmente o público feminino, com a identificação a temas mais humanos do dia a dia.

Chico Barney, Débora Miranda, Flávio Ricco e Mauricio Stycer abordam neste episódio os detalhes que fazem da novela um sucesso no horário das 21h, desde o fato de ser uma novela feminina, contar com personagens intrigantes, não deixar de lado um núcleo humorístico e ter uma sequência que incentiva a seguir os capítulos diariamente, o que não é uma tarefa simples.

"Acho que além de a trama ser ótima, é uma novela que especialmente toca muito as mulheres, então acho que tem essa identificação, tem histórias mais humanas, não é uma coisa pastelão, não é uma coisa tão fantástica, é uma novela real e que acho que desperta um sentimento de identificação com as mulheres assim, então eu tenho percebido também muitas pessoas que já tinham abandonado um pouco o hábito de ver novela acompanhando fielmente Amor de Mãe", afirma Débora (no vídeo em 1:46).

"O que eu acho interessante também é que é uma novela legal de acompanhar inteira. Quando eu perco algum capítulo, conheço muita gente que quando perde algum capítulo, vai para o Globo Play, e às vezes maratona o Carnaval inteiro, o que perdeu no Carnaval, alguma coisa assim, porque as histórias andam quase que diariamente, tem alguns núcleos melhores que outros, acho que Miranda e Matias podiam morrer, mas é impressionante, a novela está muito boa", analisa Chico Barney (no vídeo em 4:01).

Com Adriana Esteves encarregada de dar vida à personagem Thelma, com um comportamento enigmático, parte do público tem visto um ressurgimento da Carminha, vivida pela atriz em Avenida Brasil (2012).

"É o momento da personagem da Adriana Esteves, a Thelma, que é uma personagem que desde o início da novela se percebia uma loucura nela, aquele negócio da super proteção. No início era a super proteção que você falava 'minha mãe também era assim', mas está passando né? Já tem gente dizendo que é um misto de Carminha ali", diz Stycer (no vídeo em 4:35).

Além da novela, o episódio desta semana também analisa o que foi a reação de Silvia Abravanel, que teve reação contraditória com funcionários de seu programa, pediu demissão e não foi demitida do SBT. As reações a Drauzio Varella e sua participação no Fantástico, que emocionou em reportagem com mulheres trans detentas também foi assunto deste episódio, que teve ainda comentários sobre o BBB 20, além dos melhores e piores da TV na semana.

O UOL Vê TV é uma mesa-redonda com os assuntos mais quentes da televisão na semana. É apresentada por Chico Barney, Flávio Ricco e Mauricio Stycer, colunistas do UOL, e por Débora Miranda, editora de TV e Famosos. Vai ao ar semanalmente e discute as produções televisivas, com análises e informações de bastidores.

Você pode ouvir o programa UOL Vê TV no Spotify, no Apple Podcasts ou em outros aplicativos de podcasts. No Youtube, a gravação do programa também é transmitida em vídeo. Podcasts são programas que podem ser ouvidos a qualquer hora e lugar —no computador, no smartphone ou em outro aparelho com conexão à internet. Os podcasts do UOL estão todos disponíveis em uol.com.br/podcasts.

UOL Vê TV