Topo

Coluna

Flávio Ricco


Após 2 anos, Fábio Porchat vai deixar a TV Record

Antonio Chahestian/Record TV
Fábio Porchat vai deixar a Record no fim do ano Imagem: Antonio Chahestian/Record TV
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

2018-10-01T17:42:14

01/10/2018 17h42

O humorista Fábio Porchat anunciou a pessoas próximas que deixará a TV Record já no final deste ano. 

Embora seu contrato valha até 31 de dezembro de 2019, uma das cláusulas propicia a qualquer das partes o direito de interrompê-lo ao final de cada temporada, desde que se manifeste até três meses antes do seu encerramento.

Este prazo, ao pé da letra, terminou neste domingo (30), mas nesta segunda-feira (1), Porchat comunicou internamente que deixará a emissora.

Ainda não é certo o motivo da decisão, mas o apresentador do "Programa do Porchat" lutava contra o fim de interferências externas ou de ser obrigado a receber artistas da casa ou de fora, como já aconteceu com Geisy Arruda, por exemplo. 

De acordo com fontes ligadas a ele, Porchat vinha cobrando maior liberdade à sua produção em convidar quem bem entendesse. 

Consultada pela coluna, a Record se manifestou dizendo que "avisada da decisão de Porchat dentro do prazo previsto em contrato, a emissora tem decidido da parte dela que o programa seguirá normalmente até o fim do ano". Também considera a possibilidade de, até dezembro, tentar convencê-lo a ficar.

Porchat se manifesta

Fábio Porchat falou com exclusividade com a coluna sobre a decisão de deixar a Record, e disse não saber qual será o seu destino a partir de janeiro do ano que vem

“Por uma questão de contrato, havia a obrigação de me manifestar três meses antes do encerramento do ano. Comuniquei a Record o meu desejo de parar. O compromisso não me apresentava outra alternativa. Até segunda ordem, o programa vai continuar sendo exibido até o fim do ano", disse ele.

"E nem sei se alguma coisa poderá acontecer em condições de modificar minha decisão. Ao contrário do que foi dito, a Record nunca interferiu na lista dos meus convidados, e também nunca me cobrou audiência, até porque audiência não é um número, mas um dado que depende de uma série de outros fatores. A questão também não é dinheiro”.

Porchat, no entanto, entende que esse ainda não é o momento de revelar quais os motivos que o levaram a tomar a decisão de deixar a emissora. E finaliza. "Não sei qual será o meu destino a partir de janeiro de 2019."

Anunciado a "peso de ouro"

Porchat assinou contrato com a Record em fevereiro de 2016 e estreou seis meses depois entrevistando Sasha Meneghel. Antes de fechar o talk show na Record, ele tentou --mas sem sucesso-- um programa nas noites de sábado do SBT, conforme antecipou esse mesmo espaço.

Segundo o colunista do UOL Ricardo Feltrin, desde que estreou na grade da Record, a atração de Porchat segue em terceiro lugar em audiência, atrás de Globo e SBT.

Ao longo dos dois anos, Porchat e a sua equipe conseguiram boas entrevistas que repercutiram na imprensa, como a primeira exclusiva com o jornalista William Waack, após a sua demissão da Globo, e o desabafo de Jô Soares, que saiu da emissora concorrente depois de quase duas décadas.

Ator, apresentador, comediante, roteirista e dublador, Fábio Porchat tem extensa carreira artística (e com relativo sucesso). Na internet, por exemplo, integra a equipe do grupo "Porta dos Fundos", com milhões de visualizações em seu canal no YouTube.

Na TV, a sua primeira experiência como apresentador foi em "Tudo pela Audiência", no Multishow, onde permanece até hoje.

* Colaborou José Carlos Nery