PUBLICIDADE
Topo

As semanas (tensas) da monarquia após as denúncias de Harry e Meghan

Rainha Elizabeth viu acusações de racismo por parte de Harry e Meghan e prometeu investigar - Toby Melville
Rainha Elizabeth viu acusações de racismo por parte de Harry e Meghan e prometeu investigar Imagem: Toby Melville

Do UOL, em São Paulo

27/03/2021 04h00

Revelações que causaram muitas dores de cabeça, promessas da família real britânica, tabloides furiosos com Meghan Markle e Philip saindo do hospital. As semanas após a entrevista de Meghan e Harry tiveram emoções e ressaca moral para o Palácio de Buckingham.

O casal deu entrevista a Oprah Winfrey no dia 7 de março. Antes, alguns flashes liberados avisaram que Harry falaria que a tragédia da mãe poderia acontecer com a esposa e criticaria o reinado.

Depois, saberíamos de Meghan pedindo ajuda psicológica e um caso de racismo com Archie envolvendo um integrante da família real.

Antes de ir ao ar, os dois já haviam devolvido os títulos para a rainha Elizabeth 2ª e decidiram ficar fora da nobreza. O próprio especial foi alvo de críticas por estar mantido enquanto o avô, príncipe Philip, era internado em Londres para tratar uma infecção.

Veja como foram as semanas após a entrevista reveladora de Harry e Meghan!

Silêncio ensurdecedor

Família real - Getty Images - Getty Images
A família real durante o Trooping The Colour, em junho de 2018
Imagem: Getty Images

Como de praxe, a realeza britânica não quis se envolver em polêmicas e preferiu o silêncio após a entrevista de Harry e Meghan ser exibida nos Estados Unidos.

Um comunicado foi feito apenas dois dias depois, enquanto corria informações de bastidores por parte da imprensa.

Tabloides furiosos

Os primeiros a reagirem foram os tabloides britânicos que cobrem a família real. Harry e Meghan teceram críticas, culpando a imprensa de espalhar o racismo. O Daily Mail já chegou a ser processado pela Duquesa de Sussex.

O mesmo jornal considerou a conversa como um "espetáculo secundário" e o apresentador do Good Morning Britain, Piers Morgan, fez seu programa furioso. O mesmo apresentador questionou a sanidade de Meghan, chegou a ser afastado da emissora ITV, mas retornou.

Boris Johnson observou, mas não comentou

Boris - Victoria Jones/Pool via Reuters - Victoria Jones/Pool via Reuters
Rainha Elizabeth 2ª recebe o novo primeiro-ministro do Reino Unido Boris Johnson no Palácio de Buckingham
Imagem: Victoria Jones/Pool via Reuters

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, iria comentar a entrevista durante uma coletiva oficial, mas preferiu não se meter nas conversas da Sua Majestade, a rainha.

O Partido Trabalhista, por sua vez, expressou desejo de investigar as alegações de racismo ditas por Meghan, segundo alguns integrantes.

'Sorrisinho de Charles

No meio da ressaca das polêmicas, o príncipe Charles cumpriu a agenda indo a um centro de vacinação de Londres. O príncipe deu um "risinho nervoso" e continuou andando, sem responder às perguntas sobre seu filho, com que a relação está abalada — Harry contou que o pai anão retorna as ligações.

Finalmente, a rainha falou!

Elizabeth - Steve Parsons/AFP - Steve Parsons/AFP
Rainha Elizabeth II
Imagem: Steve Parsons/AFP

No dia 9 de março, Elizabeth decidiu emitir um comunicado sobre o mar de polêmicas. O Palácio de Buckingham demonstrou preocupação e compromisso, além de dizer que Harry, Meghan e Archie serão sempre membros amados dos Windsor.

As questões levantadas na entrevista, especialmente aquelas relacionadas ao tema da raça, são preocupantes. Embora algumas recordações possam diferir, essas questões são levadas muito a sério, e serão abordadas privativamente pela família

O irmão William

Recatado e longe de qualquer polêmica, o príncipe William rebateu a entrevista dizendo que sua família não é racista. Segundo Harry, ele e o irmão têm um leve contato.

De acordo com a imprensa britânica, eles planejam se reunir para conversar pessoalmente. Uma comemoração para a Princesa Diana, mãe dos dois, é prevista para julho.

Rainha ligou?

Elizabeth - Chris Jackson/Chris Jackson/Getty Images - Chris Jackson/Chris Jackson/Getty Images
Rainha Elizabeth, Meghan Markle e Harry
Imagem: Chris Jackson/Chris Jackson/Getty Images

Segundo o jornal o Daily Mail, a avó de Harry planejava ligar "em breve" para o casal. O assunto não foi revelado, mas era óbvio que o tema seria sobre a entrevista com Oprah Winfrey.

Ela ainda iria confrontar os familiares para saber de quem partiu a discussão sobre o quão negro seria Archie, filho de Meghan.

Philip internado

O príncipe Philip foi internado no dia 17 de fevereiro. O motivo era desconhecido, mas depois o Palácio de Buckingham disse que era para tratar de uma infecção.

No dia 1º de março, seis dias antes da entrevista, ele foi transferido para outro hospital e realizou um procedimento no coração.

O estado de saúde do Duque de Edimburgo era preocupação de Harry e Meghan, que mudariam a exibição caso ele piorasse, segundo a apresentadora Gayle King.

Nove dias depois...

Philip - Getty Images - Getty Images
Príncipe Philip
Imagem: Getty Images

Philip teve alta no dia 16 e retornou para os aposentos reais ao lado da rainha Elizabeth. O casal foi poupado de críticas na entrevista e Oprah Winfrey garantiu que não partiu deles a conversa sobre o tom de pele de Archie.

Chefe de diversidade

A monarca ainda estava considerando criar o cargo de chefe de diversidade na nobreza. De acordo com a People, essa é uma das medidas que a monarca pretende adotar após a acusação de racismo levantada por Meghan Markle.

Emprego comum, vida de cinema

Harry - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Príncipe Harry e sua mulher, Meghan Markle, em sala online de poesia
Imagem: Reprodução/Instagram

Nos Estados Unidos, Harry conseguiu um emprego como executivo no Vale do Silício em uma empresa — a Better Up Inc — especializada em coaching e saúde mental.

"Pretendo ajudar a criar impacto na vida das pessoas", disse Harry ao confirmar a informação para o jornal.

Tentando levar uma vida com menos holofotes, Harry ainda viu seu nome ser especulado para virar filme.

A LifeTime está planejando exibir um terceiro filme de Harry e Meghan Markle para a televisão, de acordo com o portal Deadline.

"Harry & Meghan: Escaping the Palace", será produzida em torno do que 'realmente aconteceu' dentro do palácio para levar Harry e Meghan a deixar tudo para trás, e viverem como pessoas 'normais', focando apenas no futuro com o primeiro filho, Archie.