Topo

"Ninguém imagina a quantidade de luzes desta casa", diz Munik no "BBB16"

do UOL, em São Paulo

18/03/2016 17h36

Na reta final do "BBB16", os brothers já começaram a pensar na fase de adaptação que vão enfrentar após quase três meses confinados. Depois de dormirem na maior parte da tarde desta sexta-feira (18), por conta da prova de resistência que se estendeu por toda a madrugada, Ronan, Pequi, Cacau e Matheus conversaram sobre o que vão estranhar ou sentir falta após o término do programa. 

"O mais impressionante aqui dentro é a quantidade de luzes. Ninguém imagina que é uma casa tão iluminada. Eu achava que era uma casa normal. E não me lembro de ter visto as pessoas tampando o rosto para dormir, por exemplo. Eu não dou conta, não", observou Munik. 

"Eu também não estou dando conta", disse Matheus, concordando com a sister. Cacau também ressaltou que a casa do reality tem mais espelhos que o normal: "Quando a gente sair, vamos estranhar a falta de tantos espelhos nas nossas casas". 

Cuidado redobrado

Em outras oportunidades, os brothers já haviam comentado que a iluminação da casa exige cuidado redobrado com a pele. Adélia foi uma das sisters que mais reclamou de sua pele durante o confinamento. A advogada contou que foi aconselhada por uma dermatologista a aplicar protetor solar no rosto mesmo estando apenas dentro de casa. Seguindo as instruções da médica, a paulista usava protetor tanto de dia, quanto de noite.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!