Topo

Reality shows

Fãs apontam suposta irregularidade na última prova do "BBB16"

Do UOL, em São Paulo

02/04/2016 13h13

Em uma prova de resistência de mais de 12 horas, Maria Claudia foi a última a sair e garantiu uma possível vaga na final do "BBB16". Entretanto, alguns fãs de Munik contestaram que a youtuber, supostamente, quebrou uma das regras da disputa, com isso invalidando a sua vitória.

De acordo com um vídeo não oficial divulgado na internet, Cacau apareceu pegando o dado de número errado, o seis no lugar do três. Porém, ainda não se sabe o horário do ocorrido e a veracidade do conteúdo.

O perfil oficial de Munik no Twitte também protestou contra a conquista de Maria Claudia. Em uma das postagens dizia: "Amores, vamos fazer justiça e dar a vitória a quem merece e cumpriu o que se pedia pegando os dados corretos".

A Globo ainda não se manifestou sobre o caso. Geralmente, o resultado oficial da prova é anunciado durante o programa ao vivo pelo apresentador Pedro Bial.

A prova

Mais uma vez, a prova de resistência foi patrocinada por uma fabricante de automóveis. Os brothers deveriam esperar, cada um dentro de um carro, um aviso sonoro. O alarme significava que o cronômetro havia sido disparado. Então, os competidores precisavam conferir em um painel qual objeto cada um deveria coletar na "central de conteúdo". 

Depois de andar por um circuito e chegar até o local em que objetos se encontravam, era preciso pegar um dos cubos, colocá-lo em uma esteira e voltar para o automóvel a tempo de parar o cronômetro. Para isso, bastava apertar um botão vermelho que ficava dentro do carro. Um novo alarme soava para indicar que o tempo estava esgotado. Aquele que não completar a tarefa a tempo, será eliminado. 

No início da disputa, Munik perguntou quais eram as proibições da prova desta noite. O apresentador Pedro Bial apenas respondeu: "O de sempre. Não pode dormir, fazer xixi, aquelas coisas básicas de prova de resistência". 

Fãs defendem seus favoritos ao prêmio do "BBB16"

UOL Entretenimento

 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!